DECORANDO COM CAPITONÊ E BOTONÊ

DECORANDO COM CAPITONÊ E BOTONÊ

Uma forma de trazer um toque de elegância e sofisticação a um mobiliário é utilizar o capitonê ou botonê. Em um estofamento com capitonê, o tecido é pregado através de uma costura, formando pregas mais fundas, que podem ou não ser cobertas por um botão. Enquanto isso, no estofamento com botonê, isso acontece através dos botões, criando pregas mais superficiais. Para isso, você pode utilizar desde tecidos mais finos, como o linho e algodão, a tecidos mais pesados, como o couro e o veludo.

Essas duas técnicas são ótimas para quem gosta de algo mais clássico, romântico ou clássico-contemporâneo. Se você curte de um ambiente mais tradicional, recomendamos combinar o botonê e capitonê com tecidos mais neutros, móveis com mais ornamentos e boiseries decorando as paredes. Quem aprecia um estilo mais contemporâneo pode utilizar tecidos mais coloridos, móveis com linhas geométricas e quadros decorativos. O ideal é você escolher até duas ou três peças para utilizar essas técnicas, pois a utilização em grande quantidade pode deixar a sua casa mais sobrecarregada. Abaixo separamos nove tipos de estofado em que você pode utilizar o capitonê ou botonê.

1. Sofá

O sofá é, provavelmente, o móvel mais importante da casa, já que ele serve desde como um espaço para descanso até como um local para reunir parentes e amigos em momentos de união. Por isso, esse item deve passar a sensação de aconchego e acolhimento, tanto para os moradores da casa quanto para seus convidados. É uma ótima opção utilizar tanto o capitonê quanto o botonê no sofá, já que as pregas trazem a sensação de maciez à peça.

2. Mesa de centro

Caso você queira aplicar uma dessas técnicas em um mobiliário menor e mais discreto, pode optar por utilizá-las em uma mesa de centro. Essa dica é ótima para quem costuma receber muitas pessoas em casa, já que a mesa pode se tornar um pequeno banco improvisado para os convidados. Nesse caso, indicamos você utilizar tecido mais firmes, como o couro, e não apoiar peças de vidro que possam cair e quebrar com facilidade.

Fonte: Pinterest

3. Poltrona

Outro mobiliário ótimo para a aplicação dessas duas técnicas é a poltrona. Além de ser um item de destaque tanto de uma sala quanto de um escritório, a poltrona é um elemento de descanso que precisa ser confortável e acolhedor. Se você quiser passar um ar mais romântico, pode utilizar na sua poltrona cores mais claras e tecidos aveludados acompanhadas do botonê. Para um visual mais moderno, recomendamos usar cores mais vivas e materiais, como linho e couro, junto com o capitonê.

4. Cadeira

Uma outra opção é estofar as cadeiras da mesa de jantar com o capitonê ou botonê para trazer uma sensação de conforto e elegância para o espaço. Por se tratar de um local próprio para refeições, recomendamos que você faça uma impermeabilização no tecido para evitar manchas caso alguém derrube líquidos ou alguma comida.

5. Cabeceira

A cabeceira é um elemento muito importante para o quarto, tanto como elemento decorativo quanto funcional. Nesse caso, recomendamos utilizar o capitonê e o botonê com tecidos mais leves e macios, como por exemplo o linho e o algodão, trazendo mais conforto ao usuário. Outra dica importante é não utilizar cores muito vivas e chamativas no quarto, pois pode causar um estímulo visual no usuário e atrapalhar a sua noite de sono. Sempre recomendamos o uso de tons neutros como cinza, off white, marrom ou bege para ambientes próprios para o descanso.

Fonte: Kelleynan

6. Recamier

Você também pode utilizar essas duas técnicas no recamier, um banco estofado sem encosto, que pode ou não ter braços. Esse elemento decorativo é muito utilizado em quartos, no pé das camas e nas salas de estar, como uma opção de assento para os convidados da casa. O recamier clássico possui geralmente os dois braços e capitonês marcados com botões. Porém, ao longo do tempo, essa peça foi se adaptando às tendências e hoje é possível encontrar recamiers nos mais diversos estilos, que se adaptam a qualquer ambiente.

7. Pufe

Outra ótima opção é comprar um pufe com botonês ou capitonês para decorar o seu quarto. Você pode utilizá-lo como um assento para uma penteadeira com tecidos mais macios, ou escolher um tecido mais firme, como o couro, e utilizá-la como uma mesa de apoio.

8. Chaise Longue

Você também pode utilizar essas duas técnicas para estofar uma chaise longue. Esse mobiliário, também conhecido como divã, é um tipo de sofá que mais se parece com uma poltrona, com espaço para esticar as pernas. A chaise, popularizada pela elite francesa do século XVI, ainda é uma peça muito associada com requinte e luxo. Combina muito com espaços mais clássicos e românticos.

Fonte: Pinterest

9. Colchão Turco

O colchão turco é uma ótima opção de peça para se utilizar o botonê e o capitonê. Indicamos você utilizar essa peça em varandas e sacadas, por possuir um ar mais despojado e informal. Porém, é necessário tomar cuidado ao utilizar tecidos em áreas externas, mesmo as cobertas. Se você for usar em locais abertos, escolha um colchão turco com um tecido próprio para locais que possam sofrer intempéries, como couro náutico, acquablock ou vinil.


A matéria fala de diversos tipos de tecidos, inclusive de tecidos animais como o couro. Nós da Korall Design recomendamos sempre o uso de tecidos sintéticos, evitando assim o uso de animais na decoração.

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto ou quer saber sobre algum tema que ainda não falamos no site? Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários. Essa matéria faz parte da nossa série “Decorando com”. Já escrevemos sobre Boiserie, Lambri e Rodameio, então não deixe de conferir! Acompanhe nosso Instagram para ficar sabendo de todos os nossos conteúdos.

Deixe um comentário